hábitos fora de horas | out of time

11.4.10

11.4.10
hábitos fora de horashábitos fora de horashábitos fora de horashábitos fora de horashábitos fora de horas

poderia começar este post com a treta geral do "ai e tal, ser mãe, é uma tarefa de 24 horas por dia, todos os dias, toda a vida"...mas não é disso que eu quero falar!
no outro dia estive num local tipicamente nocturno, ainda com a luz do dia, e não, não fiquei a morrer de vontade de sair à noite e de beber até cair, mas de repente pensei no que realmente muda em termos de vida social o facto de sermos mães (ou pais). é que, por mais que queiras, nunca mais é igual, a tua cabeça não é igual e o teu corpo reage de outra forma.
não há um off, não há um agora estou aqui contigo, mas agora vou ali divertir-me um pouco como se nada mais houvesse para além de amanhã e não vou pensar em mais nada! não, isso nunca mais acontece, porque de facto não és mais um, és um dividido em mil pedaços que oscilam entre uma necessidade de estar sempre perto e de saber sempre se estás a respirar...e outras necessidades que acabas por esquecer.
são mil e um motivos que fazem com as nossas vidas mudem e o maior deles todos é de facto a vontade: 'a culpa é da vontade', uma vontade que muda radicalmente, sem quase darmos por ela, como um resultado da natureza...!

4 comentários

  1. Mas deixa-me que te diga que obrigarmo-nos a fazer off é um bom exercício. Eu consigo e sabe bem ;)

    ResponderEliminar
  2. sim ana, sem dúvida! eu faço poucos offs porque não tenho muitas alternativas, mas para quem tem, até é saudável:)

    ResponderEliminar
  3. é bom fazer offs, mas não é a mesma coisa, realmente, porque na verdade não se consegue (eu não consigo) fazer off, só stand by. E realmente há essa coisa da vontade. No outro dia dei por mim num espaço noturno, pela primeira vez desde que o meu filho nasceu, depois de pensar muitas vezes que até me apetecia fazer aquilo e me faria bem. Mas depois percebi que não tinha grande vontade de lá estar.

    ResponderEliminar