uma turista do norte em lisboa

3.7.09

3.7.09
turismo em lisboaquiosque de florescuriosidade

confesso que não sou uma visita assídua da nossa capital.
as poucas visitas que faço a lisboa são geralmente em trabalho ou por questões práticas, pelo que não sobra muito tempo para deambular e conhecer a cidade.
por isso, sempre que lá vou sinto uma enorme estranheza, quase como se não estivesse no meu próprio país.
apesar de ser um lugar comum, as comparações porto/lisboa são inevitáveis de tão diferentes que as duas maiores cidade do país são uma da outra.
para mim, lisboa e a sua gente está mais próxima do algarve do que do norte do país.

há muito, mas muito, muito mais gente...uuufffaaaaa! no bom e no mau sentido!
a quantidade de lugares possíveis e de eventos a acontecer, os turistas, as exposições, as lojas, os teatros, são num número astronomicamente maior do que no porto.
até as ruas e a sua largura e comprimento nos "engolem" e fazem parecer que a tarefa de chegar ao próximo cruzamento nunca mais vai acabar:)
há poucas árvores e jardins, o que em dias de sol, faz muita, mas mesmo muita falta...
e a pressa??? mesmo com um calor de rachar, este pessoal tem uma pressa para todo o lado assustadora. os carros businam por tudo e por nada, na passadeira temos de nos concentrar rapidamente em chegar ao outro lado, ou então alguém nos atropela ou manda uma buzinadela que vai parecer que fomos atropelados.
em alfama, os "mitras" lisboetas, mandam piropos em inglês!!!! isto não é normal...que estranho!
as pessoas falam com a boca fechada, o que dá a sensação de que não se riem...estão sempre sérios e a tentar despachar-nos, será?
ahhh, e o rio...nunca sei em que lado está o rio!!!
bem, mas estas coisas são apenas pequenos apartes bairristas de quem se sente um aldeão a visitar a cidade.
lisboa está mais bem preservada e recuperada do que o porto. apesar de não ser o que as estatísticas dizem, não me apercebi de tantos prédios e casas abandonados como vejo no porto. o centro da cidade lisboeta tem muito mais vida e pessoas do que a baixa do porto. o comércio existe efectivamente por lá, com clientes reais, e a conviver pacificamente com as novas modas e a globalização dos produtos.
apercebi-me de algo que nunca tinha sequer reparado: lisboa tem lojas de "recordações" e o porto não...!

momento do dia:
(uma senhora numa loja)
- as meninas não são daqui, pois não?
- não, somos do porto
- ahhhh, eu também sou do norte, mas um pouco mais a sul
- ai sim? de onde?
- de braga!

5 comentários

  1. Eu vivi 4 anos no Porto e também sempre comparei muito as duas cidades. Mas alumas das minhas comparações contrastam com as tuas.
    Sempre tive medo do trânsito e dos condutores do norte. Provavelmente porque a cidade é mais pequena e tem tantos carros como em Lisboa, acho que há mais engarrafamentos?... E que mau feitio!
    Curiosamente gosto mais da baixa do Porto. Para mim é mais mágica.

    ResponderEliminar
  2. sabes marta...é completamente diferente para ti, porque passaste algum tempo no porto, e tiveste o teu espaço para te habituares. de certeza que quando chegaste sentiste muito a diferença, não foi? eu gosto de lisboa, apenas não me sinto confortável, mas provavelmente ao fim de uma semana o desconforto seria facilmente ultrapassável!
    e sim, tb acho a baixa do porto e a arquitectura das casas muito mais mágica. a grande diferença é que no porto faltam pessoas nos sítios...nas casas, nas lojas, nas ruas...e em lisboa não parece...parece que a cidade é mais vivida...

    ResponderEliminar
  3. Oh vieste à minha cidade! (Como se eu morasse em Lisboa!!!!) Olha que eu não tenho essa impressão de que haja tanta gente no centro!!! De dia sim mas depois da hora do expediente em alguns locais fica deserta de pessoas apenas com turistas! E de velhos (eles que me perdoem) embora já haja muitos novos a repovoá-la! Bjos

    ResponderEliminar
  4. Fala alguém que viveu a maior parte da vida em Lisboa e que se encontra há quase 9 anos no Porto...

    Há uns anos atrás Lisboa tinha provavelmente tantos prédios abandonados como o Porto tem agora; menos vida na baixa; menos turistas - aliás, o ano passado fiquei estupefacta com a quantidade de turistas que encontrei em Agosto que até me saiu esta brilhante pérola "epá! Lisboa até parece uma cidade europeia!"; menos lojas de recordações (o Porto também as tem!); por isso, e da mesma maneira que Lisboa evolui nesse sentido poderá o mesmo acontecer ao Porto (conquanto sempre em menor escala devido à dimensão das cidades) - vejamos por exemplo a zona do Piolho e Galerias que emprestou uma outra vida à cidade, entre outros. Claro que é necessário que se trabalhe nesse sentido. Espero que sim. Embora eu ache que o Porto vai ser sempre muito mais acolhedor e mágico.

    Já no que toca a parte da condução, acho que aqui no Porto respeitam menos as regras, como no caso das passadeiras. Quando aqui cheguei foi das coisas que mais me assustou!

    ResponderEliminar
  5. Adoro o Porto e tenho saudades dessa linda cidade. Não moro em Lisboa mas trabalho em Lisboa e confesso que é uma cidade em que não gostaria de viver. agora no Porto gostaria, tivesse eu aí as minhas raizes.´
    Adoro o Porto pelas suas gentes que me parecem mais genuínas... e aí sou sempre tratada por menina, que delícia.
    Contudo, sou muito moura.
    Acho que "só estou bem onde não estou".
    Bjs para o Porto.

    ResponderEliminar