cabeça ensopada

6.10.09

6.10.09

chuva, originally uploaded by silvia - raparigascomonos.

apesar de andar a pedir chuva há vários dias, esta não me agrada...
tenho calor.

por cá as questões educacionais ocupam a minha cabeça depois de uma birra de muitos e longos minutos. a minha filha consegue chorar mais do que eu consigo aguentar...e eu cedo...não sei se bem ou se mal, mas eu também estou cansada, também tenho fome, preciso de ir à casa de banho, quero ver televisão, quero fazer uma das mil coisas que planeio completar depois de um dia inteiro de trabalho...e nada...

sigo numa sequência de tarefas que tenho de cumprir até que o sono me apanhe e não aguente mais.

não tenho grandes teorias no que diz respeito a educar os filhos, também não tenho experiência e as experiências dos outros serviram-lhes a eles e aos seus filhos, não significa que me sirvam a mim. acredito sempre que vou encontrar a 'minha maneira', mas às vezes dou por mim com os nervos em franja e a voz mais alta do que gosto de ouvir, e os 'nãos' seguem-se sem fim na minha cabeça.

enfim, estou cansada e ensopada.
amanhã é um dia melhor...

4 comentários

  1. pois é. hoje já outro dia para tentar de novo. e se não funcionar... tens sempre amanhã para tentar outra vez...

    ResponderEliminar
  2. Eu não percebo nada de filhos. Mas suponho que haja dias em que eles também estão cansados... acho que não há sistemas. Supopnho que seja apenas um dia atrás do outro.

    ResponderEliminar
  3. ... muitas vezes, o problema é que aquilo que as crianças mais precisam, nem sempre os adultos têm para lhes dar: precisamente o tempo! Eu acho fantástico estares a começar um novo projecto, teres ainda o teu trabalho, o lazer (ou tentar tê-lo)... o teu querido e ainda a tua filha!! Mas eu sei que ela é uma menina cheia de sorte com os pais que tem!
    Beijo e abraço:)

    ResponderEliminar
  4. Para mim foi dificil ter que ceder no meu tempo em prol dela mais todas as tarefas rotineiras, senti-me muito sufocada e cansada depois de um dia de trabalho exaustivo.
    No fundo foi uma fase (por se sentir insegura) em que aprendi que dar-lhe atenção antes de qq coisa resultava muito bem.
    Depois foi aprender a gerir o tempo. O meu tempo encontro-o depois de a deitar.

    Espero ter ajudado.
    Um beijinho

    ResponderEliminar