nos dias escuros | in the dark days

2.3.10

2.3.10
escuridãoescuridãoescuridãoescuridão

48 horas sem luz fizeram-me concluir rapidamente (diga-se, na primeira meia-hora) que eu, NÃO SEI VIVER SEM ELECTRICIDADE!
eu sei que o mundo padece de maiores males do que o meu, mas 48 horas iam me levando à perfeita loucura. qual "meninos à volta da fogueira, qual quê", depois dos portões ficarem encravados e nem sequer conseguirmos sair de casa, de ficar sem bateria nos telemóveis nem qualquer tipo de ligação ao exterior (refira-se internet!!!!), rapidamente se foram acabando os mantimentos (quero dizer comida) e eu de um momento para o outro quase me transformei numa mulher das cavernas (sem tomar banho pela falta de água própria para a minha pele, ou seja quente!) pronta para saltar ao pescoço de qualquer ser da EDP que passasse nas redondezas! ok, é melhor parar por aqui, ou então isto vai ficar rude:)
no entanto, chegou a hora de me enaltecer: e não é que eu até sou uma óptima cozinheira??? no escuro, bem escuro, só com a luz do fogão, fui capaz de juntar ingredientes de um frigorífico "cego" (sabiam que quando falta a luz aquela parte de abrir o frigorífico e plim, faz-se luz, deixa de existir? pois é!) e fazer altas mistelas de sei lá bem o quê para promover pelo menos três refeições familiares? (atenção, com refeições familiares quero dizer massa com atum e tomate e coisas do género, não vamos exagerar), hein? que tal? quantos de vocês conseguiriam distinguir uma courgette de um pepino no meio da escuridão?:):D
e a grande descoberta artística do fim-de-semana foi que a minha máquina fotográfica é um génio! não é que até sem luz ela consegue disparar e apanhar um qualquer raio luminoso que escapa ao menos treinado olho humano? pois é, essa foi a única cá em casa que não ficou sem bateria! sorte a dela, porque eu pifei!

6 comentários

  1. que aventura !!!! Beijos da Elodie {de Les gourous}

    ResponderEliminar
  2. Subscreco inteiramente :) Também entrei me ia passando ;)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Por aqui também faltou a luz mas por 1 hora. Foi o suficiente para começar a ficar irrequieta.
    Nem imagino o que passaste..

    ResponderEliminar
  4. Sandra

    Como era a vida sem electricidade ;)!!
    Nem nos apercebemos diáriamente da falta que nos faz...

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. pois é...
    mas não sou eu a autora | editora | escritora deste post em particular ou do blog em geral :)
    beijo

    ResponderEliminar