novembro de 1971

26.3.10

26.3.10

há coisas que por mais que procuremos nunca mais voltam a ser as mesmas. as pessoas não são as mesmas, os lugares estão diferentes, os cheiros mudam, o sabor é outro. eu tenho muitos motivos para ser saudosista e isso faz-me ter a certeza de que sou feliz, mas estou constantemente agarrada ao passado e aquilo que um dia foi certo para mim, mesmo já não o sendo.
no outro dia deitei a minha filha no meu colo e percebi que já não cabia deitada em posição de bébé. então finalmente conclui que ela tinha crescido e que aquela fase estava claramente a terminar.
e de repente invade-me a saudade, não de ter um bébé de colo, mas de alguém me pegar a mim ao colo.
é como se nunca tivesse crescido o suficiente...

4 comentários

  1. Ser agarrada ao passado, tirar foto todos os dias para tê-lo mais presente no futuro. Ver como a vida passa, principalmente nos nossos filhos, ter saudades ... I've been there. Não eu estou assim quase todos os dias. Se pudesse não ter que viver so no presente ...

    ResponderEliminar
  2. E... ja agora Novembro 1971 é a data do teu nascimento ?

    ResponderEliminar
  3. Não, nasci em Janeiro de 1978. Novembro de 1971 é mesmo a data das fotografias do quadro do post que está na parede de minha casa:)

    ResponderEliminar
  4. sabes, no meio disto tudo ultimamente dou por mim a invejar-vos, mães dessas coisas pequeninas (ainda que vocês já achem grande :) ).
    a olhar para vocês,com elas, e mesmo quando estão zangadas transformarem-se, olharem para elas e tudo ficar diferente...mas olha, deixa lá, ainda tens muito que andar até á fase dela não querer ser vista em público contigo :) !

    ResponderEliminar