rumo ao sul

12.7.11

12.7.11
na minha outra casa

farta e cansada de um pouco de tudo por aqui, só me apetece rumar ao sul, à nossa linda casa, ao sol quente e ao mar azul.
sei bem que enquanto mãe de 2 crianças tão pequenas a noção de descanso é apenas mental, nunca física e por isso já sei ao que vou (voltarei mais cansada do que estou, mas tudo bem).
este ano o único objectivo que tenho para a 'maura' é arranjar estas 4 cadeiras. simples, mas no entanto difícil!

quanto ao sul, e ao algarve especificamente, estou farta de ouvir os portugueses snobs constantemente a desdenhar desta parte de portugal. parece que de repente, é algo menor procurar o sol algarvio.
tem confusão no verão? tem
turismo? claro e ainda bem
construção desordenada? não mais do que no resto do país

mas também tem um cheiro bom especial à terra e à sua vegetação específica e que eu tanto gosto
a melhor comida do país (para quem sabe aonde ir)
sítios de uma beleza inigualável (e muitos!)
uma arquitectura popular linda e colorida
bom artesanato
pequenas cidades preservadas no tempo
e aquele calor, sol bom e amarelo que sabe bem e aquece o corpo e a alma
e pronto, deixem-nos em paz, a nós os parolos que gostamos de cornetos e praia:)

...e a mim, nascida no algarve e com raízes e memórias dos melhores momentos da minha vida passados junto a uma alfarrobeira muito especial!

5 comentários

  1. Vê lá tu que não tinha ideia nenhuma que fosses algarvia! :)
    A minha mãe é de Faro e passei pelo Algarve grande parte da minha infância: cerca de 1/4 do ano, todos os anos até por volta dos meus 15 anos... Tudo somado dá quase 4 anos!.. :D
    Beijinho e boas férias!

    ResponderEliminar
  2. a sério? és algarvia?
    Eu não sei se é parolice ir para o Algarve (deve ser uma vez que eu também vou), sei que há uns anos atrás era um luxo!
    Whatever. Boas férias, que é o que interessa.

    ResponderEliminar
  3. :D eu sou mais uma mulher do norte do que do sul! nasci no algarve, porque os meus avós moravam lá e na altura do 25 de abril os meus pais foram para baixo uns tempos, mas depois voltaram. não vivi lá muito tempo, mas como lá tinha os meus avós passava lá todas as férias da escola, daí ter tantas memórias:)

    ResponderEliminar
  4. Cá estou outra vez, mas não podia deixar de partilhar o meu gosto pelo Algarve, é que apesar de todos os defeitos que tu tão bem referes, também tem aquelas qualidades únicas que me fazem querer ir para lá, quase todos os anos, desde que sou gente. Um dos lamentos destas férias, que não vou ter, é a falta que vou sentir dos dias que lá costumo passar...

    ResponderEliminar
  5. muito bem dito, eu como algarvia que sou (de Lagoa, próximo de Carvoeiro)apoio inteiramente!! O nosso país é todo ele lindo, mas o algarve tem aquele cheiro...
    Dora

    ResponderEliminar