as raparigas da loja de estar na revista parq

9.6.10

9.6.10
pois é...saiu...eu estranhei e estranho...ler-me a mim própria é como ouvir a nossa voz num filme. porque é que nunca parecemos mesmo nós?
é um artigo sobre duas pessoas que resolveram mudar e que lutam por isso, por um sonho qualquer por mais humilde que ele seja. não temos um plano para mudar o mundo, mas temos um plano para ajudar a construir momentos melhores nas nossas vidas e nas de outros que se cruzem connosco. não sabemos bem como lá vamos chegar, mas sabemos que estamos a caminhar e só isso já é muito bom, a sensação de construir algo e de materializar coisas que nos vão passando pela cabeça vale por si só.
esta não é uma história da super modelo descoberta no supermercado, ou do actor que de repente conquista o mundo, nem dos vencedores do euro milhões e muito menos de um novo ídolo que vai mover multidões. este é o início de uma história de todos os dias, de pessoas normais que vão sentadas ao nosso lado no comboio, da filha da vizinha que era enfermeira e até "ganhava" bem e que um dia foi viver para berlim atrás do amor da vida dela e que agora trabalha no café da esquina de casa e anda de bicicleta porque não tem carro, mas tem tempo para sonhar e para regar os dois vasos da janela de casa.
e é isso...
o artigo pode ser lido na revista 'parq magazine' ou através do site www.parqmag.com

3 comentários

  1. vou ja la ler... a vossa historia inspira-me e cada vez tenho mais vontade de deitar o meu emprego das 9 as 5 as ortigas... nao fosse so trabalhar tres dias por semana e ter dois dias inteirinhos para sonhar ser mae e fazer outros projectos, nao sei nao...
    jinhos de longe.
    ps. este ano ano vamos ao carvoeiro... gostava tanto um dia de vos conhecer...
    sonia

    ResponderEliminar
  2. @sónia: obrigada. realmente trabalhar só 3 dias por semana já é um previlégio, não é? mas se tiveres um sonho ou um projecto corre atrás dele, porque é uma corrida boa de se fazer:) nós também vamos para o carvoeiro! manda-me mail a dizer quando lá vão estar:)

    ResponderEliminar
  3. vivam as mudanças! viva a coragem!

    :)

    ResponderEliminar