o carago de uma gaveta

19.5.12

19.5.12
"o carago de uma gaveta"
 
Eu não sou minimalista. Também não sou uma pessoa arrumada ou organizada. Não gosto de casas demasiado organizadas ou clean ou arrumadinhas, não me dizem nada sinceramente. Mas ultimamente ando a ser devorada pela tralha!
Já tinha lido o blog da Rita ou ouvido falar do Leo Babauta, e ambos me diziam que eu devia fazer alguma coisa com determinação ao que arrumar e organizar a minha vida diz respeito. Mas as suas vozes não falaram suficientemente alto! Pois hoje a Dora falou.
Mas porquê? Porque usou a expressão certa "o carago de uma gaveta" que me relativizou a ideia de que aquelas coisas são tão pequenas que não me podem dominar. Pois pensei, vou destralhar o carago de uma gaveta amanhã. Mas não, isso seria ir demasiado longe. Pronto, durante a semana...mas depois percebi "trabalho mau, é andar com ele" e que tinha de pegar na coisa desta forma: "controlo do vosso tempo, da vossa casa e do vosso destino pelos cornos".
Então, esta semana vou resolver aquilo que mais me tem prejudicado nos últimos tempos: vou arrumar o carago do computador de uma vez por todas. Esta semana. Tenho dito. Não vai haver antes depois bonitinho porque o meu computador não tem nada de bonito, mas vai haver um eu mais leve a trabalhar na semana seguinte, isso posso vos garantir. Obrigada Dora.

4 comentários

  1. Comigo resulta ver um episódio de Hoarding: Buried Alive no canal TLC, levanto logo o rabinho do sofá e começo a destralhar o que cá há a mais por casa ;)

    ResponderEliminar
  2. cuidado que destralhar pode tornar-se um vício!
    :))

    ResponderEliminar
  3. Estou tão contente por te ter motivado que vou aí arrumar-te gavetas quando quiseres!!
    Obrigada pelo elogio público, soube-me pela vida, ainda por cima vindo de uma blogger admirável.

    Beijinhos

    PS - Eu acho que já nos cruzamos, há uns bons anos, numa mesa do café teatro do Rivoli...

    ResponderEliminar
  4. Sílvia, li o teu post há uns dias. Hoje cruzo-me com este ditado e não podia deixar de partilhar contigo :)e aqui.

    "Guarda que comer... não guardes que fazer."

    ResponderEliminar