magia na cozinha [depois]

19.7.13

19.7.13
cozinha depois Lembram-se deste post? Pois é, a magia já foi aplicada e a minha cozinha já está hoje diferente. Não é uma mudança à 'querido mudei a casa', mas é uma mudança com o mínimo de compras e com o reaproveitamento de coisas que pareciam não ter utilidade.

A cozinha ANTES era assim:

cozinha antes cozinha antes
 
Depois de uma intervenção muito necessária na parte eléctrica, houve a compra de um fogão novo e de um candeeiro, o resto foi olhar em volta e tentar fazer o melhor com o que havia.

Um olhar em volta que significa passar a porta para a arrecadação da casa da avó e perguntar-lhe o que ela podia ter por lá para mim, que funcionasse como uma espécie de balcão uma vez que a cozinha só tem uma banca. Entrei na primeira arrecadação de 'lixo' da minha avó e vi por lá umas prateleiras de colocar os discos da minha mãe e do meu tio, que até podia servir, mas assim que ia a por o pé dentro da arrecadação apareceu uma 'cobrinha', assim do tipo COBRA lá no meio das coisas. AAAAAAAHHHHHHHHHHH!!!!!! Fugi e deixei para trás o potencial móvel velho. A minha avó disse que não podia ser cobra nenhuma e que se fosse uma cobra era daquelas de jardim, normais, normaizinhas, que aparecem de vez em quando por lá, mas que nem mordem nem nada. AAAAAHHHHHHH! Fugi na mesma.

Arrecadação número dois, ou melhor a sala onde está o forno a lenha onde a minha avó fazia pão. Não vejo cobras e entro. Há pouca coisa. Até que a minha avó diz, 'e se levasses a masseira? A masseira é um móvel onde a minha avó amassava o pão. Sim! Sim! Sim! Móvel de amassar o pão 'it is'.

Lá fui eu feliz e contente com o meu lixo, mas não sem antes ter de vencer uma luta no jardim, com a mangueira e a vassoura contra uma cidade de aranhas que lá vivia. Pois pessoas, que isto de levar lixo para dentro de casa não é assim tão romântico como pode parecer.

Depois a cortina, havia que tirar aquela cortina horrível de lá. Mas a parte de cima da porta estava partida e não era bonito ficar a ver-se, então lá cortei tira a tira de forma a aproveitar a parte de cima da cortina para colocar outra coisa qualquer, não sem antes levar com um banho de missangas e depois ter de as apanhar todas. Eu tenho muito jeito para isto:(
Convenci a minha avó a fazer-me uma mini cortina para a parte de cima da porta, em verde. Ela lá andava a fazer, mas eu já sabia que ela não estava feliz com aquilo, e quando a minha avó não gosta do crochet que faz é um problema...um grande problema. Até que ela (esperta) me diz que fez para a minha irmã uma cortina de porta enorme, com o resto de fios que tinha em casa, que lhe deu um trabalhão e que ela nunca a usava...ahahahahha...coitada da minha irmã, longe já estava a ser sacada dos seus bens e nem imaginava. Lá tive de a intimar a trazer-me a cortina e ela não teve hipótese...'afinal a avó diz que tu NUNCA a usas'.

O fogão ficou lá na perfeição, apesar de moderno não choca com o resto e é muito bom. A chaminé voltou a fazer a sua função e coloquei um pequeno apoio para pendurar coisas de lado e um foco para dar luz à noite. Faltava um sítio para apoiar o fogão, pousar tachos, etc. Eu queria um carrinho de cozinha que lá ficasse bem, mas comprar mais coisas já estava fora de questão, por isso, foi uma tábua de corte do IKEA e uma das mesas de cabeceira velhas que há pela casa que fizeram a função. Sei que fica um pouco esquisito, quase surreal, o móvel da flores ali, e é mais baixo, mas serve para o propósito.

A cortina que veio da Noruega por 9 euros, parece que não veio da Noruega mas que sempre esteve ali, sempre foi daquela cozinha. A cortina que a minha irmã trouxe também pareceu ter sido feita à medida para a porta, apenas a minha avó ainda não sabia quando a estava a fazer. 'Somethings are just meant to be'. 

O que faz mais falta ali neste momento é um bom louceiro, para arrumar a louça que está meia atirada na despensa, algumas prateleiras para colocar coisas e uns ganchos com saco do pão, alguns tachos, etc. Já vi as coisas perfeitas numa loja lá bem perto, mas acho que essas coisinhas custavam mais do que eu tinha gasto em toda a mudança, por isso vou ter encontrar outras soluções. Falta também recuperar todas as cadeiras da casa, mas isso é uma outra batalha diferente. Para o ano há mais!
Depois fui integrando coisas que eu adorava como aquele tacho holandês e os pratos que trouxe da loja de caridade. As coisas vão ganhando forma. Não têm de ser perfeitas nem novas, apenas fazerem sentido.

Vejam agora o DEPOIS:

cozinha depoiscozinha depoiscozinha depoiscozinha depoiscozinha depoiscozinha depoiscozinha depois
 
E foi isto.
Assim ao longe parece quase nada mas no funcionamento da cozinha foram mudanças essenciais.
Para a semana vou mostrar-vos a casa toda, andei a fazer umas fotos e mais umas coisas e acho que quem me lê já há alguns anos e acompanha os meus posts sobre a recuperação da MAURA vai gostar de a conhecer na íntegra.
Fiquem por aí!

8 comentários

  1. Sílvia, adorei os pormenores! Em especial, claro, a masseira. Aqui por casa também temos a sorte de ter "uns vizinhos" com muitos tesouros em casa e muitas vezes fazemos restylings que são o resultado de uma "vistoria" à "casa de cima". bjss

    ResponderEliminar
  2. Adoro. Está mesmo,mesmo gira e o móvel ao lado do fogão fica muito bem!

    ResponderEliminar
  3. A masseira é magnifica! Que gira que ficou com tão pouco ;)

    ResponderEliminar
  4. A masseira é magnifica! Que gira que ficou com tão pouco ;)

    ResponderEliminar
  5. Está lindaaa! Adorei o ar caloroso e a janela está um mimo :)

    ResponderEliminar
  6. Gostei tanto! até li o texto todo sem espreitar as imagens, e só depois vi o resultado, estava a ver que não aguentava!

    ResponderEliminar
  7. Tou fã da frigideira!
    Ficou já muito diferente só com essas mudanças; muito bonita!

    ResponderEliminar
  8. Está mais leve e fresquinha! Um encanto!

    ResponderEliminar