quando o assunto é sério

6.5.15

6.5.15
Quando alguém que conhecemos tem uma doença, daquelas bem sérias, é normal não fazermos a menor ideia do que dizer.
Há pouco a dizer de facto, talvez algumas coisas a fazer, mas todas elas difíceis de levar a cabo, porque quando alguém que não somos nós está doente, nós temos tendência a reflectir o que essa dor faz em nós, não é sobre nós, mas acaba por ficar a ser, porque temos todos grandes umbigos.

Mas o mais incrível é o que algumas pessoas acabam por dizer. Coisas que não lembram a ninguém, e que naquele momento quando as ouvimos apenas conseguimos fazer aquela expressão de WTF.
Sabemos que as pessoas não fazem por mal, que a intenção é boa, mas há momentos em que apenas apetece espancar alguém.
Por outro lado o silêncio é ausente, se forem pessoas afastadas, tudo bem, vivemos bem sem elas, mas as que são próximas, se fugirem quando um drama acontece nas nossas vidas, é doloroso.

Vi estes cartões hoje no Bored Panda e reúnem algumas das frases que para mim (que já acompanhei durante bastante tempo uma doença terminal na família) fazem sentido. Frases verdadeiras, directas e com algum humor qb.

Estes cartões foram criados por Emily McDowell, uma artista que sobreviveu a um cancro e que diz:
“I created these empathy cards for serious illness because we need some better, more authentic ways to communicate about sickness and suffering”
“The most difficult part of my illness wasn’t losing my hair, or being erroneously called ‘sir’ by Starbucks baristas, or sickness from chemo,” McDowell writes on her blog. “It was the loneliness and isolation I felt when many of my close friends and family members disappeared because they didn’t know what to say, or said the absolute wrong thing without realizing it.” Hopefully, these warm, funny and beautiful cards will help you avoid that same mistake!

3 comentários

  1. <3 também, infelizmente, já acompanhei uma doença terminal durante muito tempo... isto é perfeito. vou ter que partilhar também =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. força Miriam, é mesmo para partilhar:)

      Eliminar
  2. que boa ideia estes cartões, já fiquei tantas vezes sem palavras (espero nunca ter dito as erradas!)...

    ResponderEliminar