ela

3.5.15

3.5.15

Para mim o dia será sempre dela.
Do seu sorriso, da sua força, do seu cheiro.
Tivemos dias difíceis, mas muitos mais dias bons, estar ao lado dela foi sempre tudo o que era necessário, nunca faltou nada, mesmo faltando.
Linda como só ela.
Saudades.

3 comentários

  1. Uma mulher muito bonita, com ares de estrela de cinema (a sério, parece ser de família ;))
    Também sinto falta da minha. Quando a minha se foi, le,bro-me de dizer a um amigo que tinha perdido o meu genêsis. A pessoa que eu era em relação a ela não existe mais, o que é uma outra dimensão da perda.
    Feliz Dia da Mãe, apesar da chuva, embalado por boas lembranças e o amor das tuas filhas.

    Bjs,

    ResponderEliminar
  2. Que bonita homenagem, Sílvia, e que linda, mas linda foto. O dia da mãe não me diz nada. Já não me dizia quando eu não era mãe, mas tinha mãe. E continua sem ter qualquer significado, agora que sou mãe, mas não tenho mãe.
    Beijo, gosto muito dos teus textos.

    ResponderEliminar
  3. Linda, ela. Como se diz no primeiro comentário, com qualquer coisa de estrela de cinema. Tu dizes muito, Sílvia. Mesmo quando o discurso é contido. Como uma porta entreaberta. Seja o que for, também gosto sempre de te ler. Assim nas coisas difíceis e tudo.

    Um abraço para ti.

    Mar

    ResponderEliminar