quem muda se auto ajuda

10.9.15

10.9.15

Quem segue ali o Muda de Página, já deve ter reparado que ele 'mudou de página'. Uma mudança que era desejada há muito, mas, e como sempre com a pressão do 'tem mesmo de ser', apenas consegui ter pronta no último dia de Agosto.

Estas coisas de mudar páginas web, têm tanto de giras como de duras e representam geralmente uma evolução. Uma evolução pequena, mas muito útil, pois permitem a pessoas como eu, com pequenos negócios, olhar a 'big picture' de vez em quando.
E é tão difícil afastarmo-nos do nosso trabalho e olhar para ele de forma objectiva. Ver o que já foi feito, o vale a pena manter, o que tem de ser mudado, e o que vai desaparecer.
Não é por acaso que são os trabalhadores independentes, empresários em nome individual, criativos e outras profissões que muitas vezes são feitas a solo, os que mais dificuldade têm em escalar nos negócios, porque entre o fazer e o gerir vai uma distância muito grande.

Coincidentemente uns dias antes de lançar o novo site arrumei o meu escritório, ou seja, tirei Kg de tralha para fora, separei muito lixo, e voltei a arrumar com apenas aquilo que me fazia falta para trabalhar. Não comprei, não 'decorei', apenas limpei. A sala de tão vazia até fazia eco nos primeiros dias. Foi muito estranho. Hoje é muito bom.

No Muda de Página é igual. Esta mudança fez-me olhar para o meu próprio trabalho, perceber aquilo em que sou boa, com o que é que posso ganhar dinheiro e identificar o que me faz consumir demasiado tempo com pouco retorno ou motivação.
Há que pensar um caminho e segui-lo.
Não é preciso ser algo muito complicado, com planos de negócio e objectivos estratégicos, mas é importante saber o que é bom para nós e para o nosso negócio. O que nos faz sentir recompensados, motivados e felizes no trabalho. No meu caso não é necessariamente o crescimento, mas mais a eliminação da sensação de estar sempre no limite do esforço. Adaptar a procura com o que tenho para oferecer.

Estou muito, muito contente com o resultado final. O 'manifesto' que escrevi na página de entrada é tudo o que sinto sobre o meu trabalho, a página sou eu, sem modas ou influências, o meu trabalho, os resultados e aquilo que me proponho fazer.

E para quem se fica a perguntar aqui sobre o meu blog, sim, também vai ter direito a casa nova.
A seu tempo...



4 comentários

  1. A mudança é tónica. E inspira. Muito feliz com/por estas tuas mudanças. Adorei o teu manifesto. Tão tu.

    Um abraço grande, linda Sílvia!

    Mar

    ResponderEliminar
  2. Por tudo o que tens conseguido, estás mesmo de parabéns! : )

    ResponderEliminar