caminho | road

22.2.10

22.2.10

road, originally uploaded by silvia - raparigascomonos.

desde que anunciei aqui o momento em que me ergui e decidi parar o meu caminho para tomar uma nova direcção, que tenho recebido no blog e na minha vida "de carne e osso" muitos comentários de apoio e aconselhamento.
o que me espanta é a quantidade de pessoas que vêem na minha posição a sua e que se revêm naquilo que foi a minha necessidade. haverá tanta gente insatisfeita assim? ou será que a mudança, quando é vista de fora se torna mais apelativa? é muito mais emocionante pensar em mudar e no que se pode ser, se de um dia para o outro decidirem deixar de ser o que são, do que propriamente percorrer o caminho da mudança. é um caminho solitário que requer coragem e determinação, mas que só pode ser percorrido por nós.
lembro-me quando era mais nova e ainda andava a estudar, de manifestar a minha desadequação relativamente ao percurso que estava a fazer, com a minha mãe. queixava-me e chorava na esperança que ela viesse mudar o meu caminho por mim, ou que, de um dia para outro uma qualquer força oculta fizesse com que o meu destino mudasse!
a vida não é assim. temos de pensar, de falar, de agir, um dia após o outro, sendo que a mudança não ocorre no tempo nem no lugar onde estamos, mas sim em nós.
eu, passei a me sentir uma pessoa maior! parece dramático, eu sei, mas a honestidade tem um sabor, para mim, engrandecedor.
hoje, eu sou mais eu!

12 comentários

  1. Já sigo este glog há algum tempo e hoje acho que chegou o dia de comentar. a mudança , seja qual for ela a razão, é como tu dizes, só pode ser feita por nós. Neste momento encontro-me na mesma posição.Evitei este passo o mais que pude,por medo e preguiça, mas quando algo está mal tem de se mudar e, acredito que,da mesma maneira que tu, que a mudança vista por outros olhos pareça cativante mas também acredito que existe muita gente insatisfeita sem força ou coragem para mudar(porque o hábito é uma zona de conforto).
    Já me alonguei de mais. Parabéns pelo blog e se quiseres dar um "salto" ao meu: mmarygoroundd.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Enganei-me :) mmarygoround.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. "hoje, eu sou mais eu": é este o caminho para ser mais feliz, ter mais sucessso. É no que eu acredito. Também larguei tudo por um sonho, uma vontade de fazer aquilo que gosto, e devagarinho tudo se transforma, e quando olho para trás nem acredito no que fui capaz. Mas esta vida é tão curta que não há tempo para perder com aquilo que não nos satisfaz plenamente. Viver uma vida contrariada não é para mim, já me bastou na adolencência...

    ResponderEliminar
  4. é como aquela música :)
    "Muda de vida se tu não vives satisfeito
    Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
    ...
    Olha que a vida não, não é nem deve ser
    Como um castigo que tu terás que viver"

    ResponderEliminar
  5. Não sei se as mudanças vistas de fora são mais apelativas - é provável porque mudanças para melhor toda a gente quer - o que é facto é que mudanças exteriores não funcionam se o interior não for trabalhado. Eu sou uma das pessoas que registou aqui vontade de mudar. Nunca por modas, gosto pouco de sentir que faço parte de um rebanho, mas porque tive uma depressão e, quando conseguimos por fim abrir a janela, já não a podemos voltar a fechar.

    ResponderEliminar
  6. @alexa: sei que estás a passar por um processo de transicção profundo e muito teu. espero que a tua janela se mantenha aberta por muito tempo! boa sorte...

    ResponderEliminar
  7. Não são mais apelativas de fora. Eu passei pelo mesmo e estive anos de fora a ver outros a mudar.
    Quando finalmente chegou a minha vez senti-me livre, solto, leve e bem.
    E o facto de poder ser honesto comigo e com os outros é talvez o mais compensador.
    Já lá vai um ano. Disseram-me que esta sensação iria passar...mas ainda cá estou, e bem.
    Aprendi a reconhecer melhor o que quero ou não e a agir imediatamente. Também com medos e preconceitos. Mas isso também é parte da beleza de viver.

    ResponderEliminar
  8. Todos estas ideias são válidas, e eu, como vocês também, decidi mudar. Sinto-me mais verdadeira, sinto que disse a verdade. Mas custa, custa muito.

    ResponderEliminar
  9. Eu ainda não tomei a decisão, mas chego lá.

    ResponderEliminar
  10. Estava agora a ouvir esta música na rádio e lembrei-me deste teu post :)
    A letra tem tudo a ver, ora ouve :
    http://www.youtube.com/watch?v=l_fNv8k5ZnA&feature=player_embedded#

    ResponderEliminar
  11. Já se passaram aproximadamente 15 anos...até perdi a conta:). Reencontrei-te através do mundo virtual!!
    ...continuas com uma sensibilidade magestosa, sempre foste uma menina muito especial.
    Quanto à mudança depende da nossa vontade e força interior, no meu caso o medo e o comodismo que sinto tem prevalecido...deixo-me vencer...

    ResponderEliminar
  12. anónimo, não te deixes vencer. por vezes temos de parar, sair fora do filme e olhar bem para reposicionar alguns protagonistas, alguns cenários ou mesmo refazer o guião. mas não podemos esquecer o que nos faz sonhar. a força, essa existe, podes ainda não a ter encontrado, mas existe. vê só a silvia ;)

    ResponderEliminar