as maravilhas da internet

28.1.11

28.1.11
baby stuffswaddlebabete by zélia évora

num tempo em que quase todos navegam pela internet, como meros leitores, activos produtores de conteúdos, trabalhadores ou utilizadores de redes sociais, é bom saber porque e como cá andamos, o que nos move e nos prende a um mundo virtual, que por mais que sejamos conhecedores nunca dominamos integralmente e talvez essa seja a grande atracção da world wide web!
cada vez mais ouço pessoas a falarem do tempo que a internet lhes rouba, que o facebook não tem qualquer utilidade, e que os blogs já passaram à história, mas eu, que também penso muitas vezes estas coisas, acabo por fazer um balanço muito positivo da minha presença de há já vários anos online.
já sou capaz de distinguir com muita facilidade o quê e quem me interessa ler e acompanhar, assim como quem tem preferência por um jornal, ou programa de televisão, eu tenho as minhas preferências pelos sites, blogs e pessoas. e a verdade é que tenho aprendido muito mais nestes últimos anos online do que muitos livros já me tentaram ensinar e do que a televisão me tentou impregnar.

ontem, foi um desses dias, em que, uma vez mais experimentei as maravilhas da internet. recebi um bom livro sobre bebés, que tenho andado a explorar, que pertence à zélia, uma doula de portugal, presença assídua no meu dia-a-dia na internet e que, sem qualquer hesitação se ofereceu para mo emprestar, o enviou pelo correio juntamente com este belo presente feito por ela para a minha simone.
ora, isto é ser-se generoso e confiante nos outros, coisa que, posso garantir, muita gente que se cruza todos os dias, bebe café, fala durante horas, não o é...

e foi assim que eu, mãe de "segunda volta" aprendi pela primeira vez a "embrulhar" correctamente um bebé na sua manta, que até hoje ainda não tinha tido ninguém para me ensinar:) obrigada zélia!

6 comentários

  1. Concordo plenamente. Pessoas como tu, a Z. e muitas outras mais, fazem parte do meu dia-a-dia, convosco aprendo, inspiro-me...obrigada pela vossa partilha, isso é do melhor que pode existir. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. a internet tem destas maravilhas!
    Na minha relação amor/ódio com a internet, o balanço final é sempre a pesar mais para o positivo, apesar de resmungar e achar que muito tempo neste mundo!

    Esta técnica de embrulhar o bebé foi mais do que aprovada pelo meu rrrico sobrinho, é infalível!
    A Zélia, que só conheço virtualmente, deve ser sem dúvida, uma pessoa fantástica :) *

    ResponderEliminar
  3. Oh!!!! Que lindo elogio!
    Acredita que nem o mereço, não custa muito colocar um livro no correio... E se foi para aprenderes a embrulhar a tua bebé, certamente valeu a pena... quando ela estiver bem aconchegadinha, isso sim, será um verdadeiro presente:)
    <3
    lembra-te, quando fazem algo por nós, é porque certamente merecemos!

    ResponderEliminar
  4. Olá Sílvia!

    Revejo-me completamente na tua análise acerca das potencialidades da Internet! De tudo o que há de positivo e negativo em tanta coisa, cada um de nós pode escolher! E há imenso para aprender!! A Lígia mais velha da nossa vida falou-me há dias nas TED talks! Valha-me a Internet até por isso! A aprendizagem é inesgotável e a partilha com os outros, sem dúvida, mais facilitada:)

    Um grande beijinho!

    ResponderEliminar
  5. Ora aqui está um post que é uma maravilha da internet :) subscrevo inteiramente. Se projectamos medo e desconfiança é isso que recebemos na vida, seja através da internet, seja em qualquer outra forma de comunicação. A internet não é boa nem é má. É uma ferramenta poderosa ao nosso dispor e simplesmente reflecte a qualidade das intenções de quem a usa. Boas intenções, bons reflexos! beijinhos!

    ResponderEliminar
  6. eu tenho esse livro, e adorei! Aproveita bem... porque se for como a Indiazinha vai dar muito jeito.
    bjs

    ResponderEliminar