para a maura

24.2.14

24.2.14
Para a Maura #casamaurana Nos meus anos, a minha irmã ofereceu-me um presente para a Maura.
Azulejos da Praia do Carvoeiro que estavam na casa dela, mas que ela achou que podiam ter um sítio melhor. E vão ter.
Melhor do que os azulejos foi a carta dirigida à Maura que vinha com eles (e que foi autorizada a ser publicada aqui):

"Querida Maura, 
Esta prenda é para ti. 
Será que te lembras de mim? 
Aquela menina morena que brincava às secretárias no mais importante escritório do aeroporto da América, que pintava livros de colorir com imagens únicas para oferecer ao António... 
Tu, Maura, eras um verdadeiro castelo. Branco. 
De onde partíamos para a caça ao tesouro e onde regressávamos para descansar na alfarrobeira mesmo em frente.
Mais tarde, a aldeia era nossa e nós as verdadeiras rainhas da aldeia.

Maura, ainda hoje sinto o teu cheiro e vejo a tua luz, ouço o miar dos gatos, e recordo a 'Cookie' a cozinhar e a fumar...e o cheirinho das bolachas a sair do forno...
Que saudades!

Maura, hoje continuas a ser um castelo, agora com duas princesas lindas que te chamam 'a casa branquinha' e com uma rainha que luta por ti e que te cuida como mereces e como só ela o saberia fazer...

Esta prenda é para ti.
Para que te lembres de mim. Porque eu jamais te esquecerei!

Xana"

6 comentários

  1. É muito bonita e emotiva a forma que vcs tratam a casa, o carinho que lhe dedicam, e como falam dela. A Maura é uma casa de sorte! bj

    ResponderEliminar
  2. que linda carta de amor! :)

    ResponderEliminar
  3. que bonito! que fiques com ela para sempre ♥

    ResponderEliminar
  4. A tua irmã acaba de provar o que disse à minha turma do workshop de escrita: escrevam para dias e ocasiões especiais, escrevam para recordar, há tantas coisas que as fotografias não mostram. O que as palavras de hoje nos dão para o futuro é um tesouro sem igual.
    Lindas essas palavras da Xana!

    ResponderEliminar