I could live here

14.1.15

14.1.15
Se eu pudesse escolher uma casa para mim, seria um de 2 extremos, ou a recuperação de uma casa antiga ou a construção de uma casa ultra moderna.
Tudo o que fica ali nos entremeios não me diz nada.
Apesar de nutrir grandes paixões pelas características dos edifícios antigos, também a arquitectura moderna me deixa muitas vezes espantada com a genialidade dos desenhos e das opções. Se bem que a escolher, acho que escolhia mesmo a recuperação de uma bonita casa antiga.

Neste caso juntam-se dois extremos num só, uma casa nova dentro de uma ruína intocada.
Incrível. E a completar o quadro a paisagem da ilha do Pico nos Açores.

(projecto de Sami Arquitectos, via Ignant, fotos de Paulo Catrica)

4 comentários

  1. Olá Sílvia,

    As tuas partilhas acrescentam mesmo muito. Esta casa faz uma síntese muito feliz de um conceito japonês, a estética wabi sabi que nos permite um olhar diferente sobre a imperfeição, sobre o velho/antigo. Gosto muito do trabalho do Axel Vervoordt, nesse campo. E vi há dias umas imagens de uma casa de que talvez gostes. Deixo-te o link.

    http://wabisabi-style.blogspot.pt/2012/08/rustic-and-refined-in-lakefront-barn.html

    E sente-se a tua falta, Sílvia Silva:) Espero que estejas bem.

    Mar

    ResponderEliminar
  2. ...e de um buraco, se faz luz...! Que coisa espantosa!

    ResponderEliminar
  3. lindo, lindo! adoro, tudo!! (obrigada pela partilha :) )

    ResponderEliminar