2015, será que podemos começar outra vez?

26.1.15

26.1.15
#letitrain Não sei quantos dias se passaram, desde que fui atirada ao tapete pela primeira vez.
Viroses nas crianças, gripes, otites, e uma penumonia que me deixou KO, foram alguns dos elementos destes últimos dias que vejo de forma enevoada e cinzenta. Já nem sei bem o que aconteceu nem quando. Apenas aquela sensação de privação de sono e dor no corpo é que está bem presente.
Logo eu que não fiz listas de desejos para 2015, que não organizei as minhas prioridades nem desejei mudar o closet para uma nova época, apenas queria dar conta do que já tinha em mãos. Apenas queria responder atempadamente ao trabalho, começar alguns novos projectos, fazer algumas coisas com os meus.
Janeiro desapareceu, não sei o que aconteceu, mas evaporou-se, e agora parece que o mundo seguiu o seu curso, a maratona corre desenfreada em direcção à Primavera e eu ainda mal saí do ponto de partida.
Hoje sentei-me e olhei em volta. Haverá ponto de partida? Por onde começo? Pelo trabalho atrasado? Pelos mails por responder? Pelas desculpas por pedir? Pelo dinheiro que não ganhei mas o estado me cobra? Pela casa que parece estar enterrada num eterno caos de coisas por arrumar? Pelo escritório onde quase não me consigo sentar? Pela roupa que ficou entre o armário e algumas caixas e sempre por arrumar? Pela minha cara que parece estar pronta para enterrar? Por onde começo? Haverá fim à vista? Haverá forma de sprintar até apanhar a maratona que já vai bem lá longe?
A corrida é solitária. As preocupações de uma só cabeça. Não está previsto ficar doente. Quem não corre não ganha. Simples.

Bem, pelo menos posso riscar um elemento da minha lista mental. Sem maratonas nem ginásios, 3Kg já lá vão, ficaram no tapete. Pronto, estou elegante, agora só falta o resto.

Vamos lá começar outra vez, qualquer início pode ser um bom recomeço. Qualquer. Desde que algo aconteça. Vamos a isto então.
Sem percalços por favor. Obrigada.

7 comentários

  1. As melhoras! Vai correr tudo bem, ainda que possa não parecer assim de repente...

    ResponderEliminar
  2. Começa ao teu ritmo de sempre e isso levar-te-á a recurar o tempo perdido, à vida de sempre, à de todos os dias… :)

    Bjinhos!

    ResponderEliminar
  3. Um dia de cada vez, uma coisa de cada vez. E nunca deixar nada a meio.
    Coragem, demora sempre mais tempo do que gostaríamos!

    ResponderEliminar
  4. As coisas se arranjam, é só não se deixar levar pela ansiedade de tentar resolver tudo de uma vez. Como disse a Calita :)
    As melhoras e um bom 2015!
    Bjo :)

    ResponderEliminar
  5. mas janeiro serve mesmo para isso, recomeçar, cair e levantar porque este é apenas o início... quando entrares em fevereiro estarás pronta para o resto do ano!

    ResponderEliminar
  6. As melhoras, curar de uma pneumonia não é fácil. Mas aos poucos e poucos volta se ao sitio. E o Natal é quando o homem quer certo? Então teu janeiro é quando quiseres :)

    ResponderEliminar