o vício das revistas

4.2.08

4.2.08

PICT4164, originally uploaded by rapariga como eu.

cresci a viver de perto o vício das revistas da minha mãe semeado na família através de pilhas de revistas e jornais que se amontoavam na nossa casa semana após semana. já a minha avó, em tempos bem mais longínquos considerava o momento da leitura da revista "femmes d'aujourd'hui" um marco de prazer e de chegada de novas ideias para roupa, culinária e mesmo para a fotonovela que seguia atentamente! estas revistas foram guardadas na família e agora tenho alguns exemplares em casa que de vez em quando me fazem as maravilhas em termos de moldes e modelos de época.
já com a minha mãe, saía de casa aos sábados de manhã e abasteciamo-nos de todas as revistas e jornais que queríamos, fossem elas nacionias ou estrangeiras, de moda, arquitectura ou design, jornais semanários e diários, mas raramente ou mesmo nunca trazíamos connosco qualquer revista de sociedade ou telenovelas e mexericos, isso já não era muito bem o nosso conceito. de seguida, dirigíamo-nos para o café onde acompanhadas de meias de leite, café e bolos, eu, a minha mãe e a minha irmã colocávamos a nossa "cultura" em dia!
pois, se calhar isto pode ser visto de uma forma um pouco redutora, mas a verdade é que aqueles momentos me educaram bastante em termos de gosto e conhecimento e eram bem proveitosos, pois disfrutávamos de um momento bom, em família, em que analisávamos o estado do mundo para a semana seguinte!
agora já não compro tantas revistas nem jornais, até porque era um vício algo caro para a minha carteira, mas ainda assim e apesar de todas as críticas não resisto a algumas compras impulsivas. sim, é verdade que as revistas de moda são um monte de publicidade e apelo ao consumismo e revistas de qualidade não as há tanto como desejável, e as mesmo boas, como era o caso da blue living desaparecem com uma facilidade inacreditável. gosto particularmente de revistas de design e decoração e por vezes de viagens, que falem de sítios aonde nunca vou. estes hábitos de leitura substituem os livros? não, porque da forma "leve" como compro e leio uma revista ou jornal não o faço com um livro. a internet não pode aniquilar este vício? sim, talvez um pouco, mas no caso dos jornais e das revistas de qualidade, não há nada como o toque do papel e a qualidade da imagem que me delicia os olhos!
interessa-me saber "receitas simples para vencer a fadiga?", os "códigos de cor" para a primavera? se calhar não, nem interpreto o que vejo e leio numa revista desta forma, para mim é como quando passeio nas ruas de uma cidade: os cheiros, a arquitectura, as cores, o tempo, as caras das pessoas, os carros, tudo junto cria uma paleta que deixa ficar uma sensação...não sigo tendências nem modas e modinhas, mas sinto necessidade de alimentar a minha paleta...:) um vício? talvez...

2 comentários

  1. Como te compreendo. Também tenho esse vício e também tento não alimentá-lo. Mas sinto a falta.
    Penso que seja uma especie de absorção pelos olhos. :)

    ResponderEliminar
  2. Já somos três. Mas também tento controlar-me. Mas uma ou outra faço questão de "coleccionar", até porque não saem todos os meses. E é tão bom quando as vejo nas bancas a chamar por mim!
    No entanto, não dispenso os livros. Isso nunca!

    ResponderEliminar