quatro olhos | four eyes

26.1.10

26.1.10

máquina, originally uploaded by silvia - raparigascomonos.

pronto, lá devolvi ao legítimo dono a máquina fotográfica com as lentes, o tripé e toda a sensação de que poderia ser uma melhor fotógrafa. peguei na minha máquina compacta e já nada pareceu o mesmo. não tem aquele som do disparo, não pegamos nela com as duas mãos e não encostamos o olho ao visor, nem temos a sensação de entrar num pequeno cenário contornado pelo que o nosso olhar procura. também não existem milhares de factores por ver e perceber como a velocidade, a abertura, a sensibilidade, os brancos e mais não sei o quê. eu sei que as compactas também têm modos manuais e com coisas semelhantes a estas, 'but, who cares?'.
há ainda aquela sensação de que, ao carregar uma máquina que pesa uns bons gramas e que requer ser tratada com alguma consideração, a nossa única função é fotografar. é impossível ignora-la no fundo da carteira e tira-la apenas quando o momento pede, não, aqui quem pede é ela...pede que criemos o momento para ser eternizado dentro desta caixa preta que nunca mais nos deixa esquecer.
adeus.

3 comentários

  1. Muito bem dito, excepto quando dizes que poderias ter sido melhor fotografa e citando um amigo " não importa as técnicas mas sim o processo para chegar ao resultado, o artista não se faz de técnicas e sim de processos".
    Desfruta a tua maquina compacta com o que aprendeste com a outra.
    :)

    ResponderEliminar
  2. Ser uma boa fotografa não depende nada da máquina fotográfica , a não ser que tenhas um tijolo que não funcione mesmo.
    Tem a ver com aceitares a máquina que tens e estuda-la, percebe-la. Se fizeres isso, vais começar a perceber a forma como ela funciona melhor.
    Conheço muitos "engenheiros" fotógrafos que nunca tiraram uma boa foto, apesar da abundância de material, e conheço pessoas que com compactas tiram fotos de sonho.
    A ideia de que a máquina e' que faz a fotografia e' completamente errada. Só quando se atinge um certo nível de especializacao e' que acho que e' necessário outro tipo de material, porque aí já terás necessidades muito específicas.

    Pois eu adoro a minha compacta. Levo-a no bolso das calcas se for preciso e nunca me falha.

    ResponderEliminar
  3. e agora, ao ler-te, senti que realmente não tenho aproveitado a minha máquina. tenho uma Nikon, dessas como dizes de pegar com as duas mãos e encostar o olho ao visor, mas a verdade é que não a sei usar como ela merece. acabo sempre por usá-la no modo manual e ela merece muito mais do que isso.
    agora, fizeste-me tomar uma atitude... vou pegar nela e no manual de instruções e prometer a mim própria que vou usar a minha máquina da forma que ela merece.

    ResponderEliminar