a minha relação falhada com a cozinha

20.3.13

20.3.13
(fotografias do projecto 31 days of creativity with food de Red Hong (ohiseeRED))

Eu e a culinária nunca fomos grandes amigas. Gosto de comer, sim, mas não aquilo que eu cozinho. Desde que fui mãe, uma das rotinas que mais me chateia é estar constantemente e invariavelmente a preparar refeições. Isso, acrescido da responsabilidade de fazer com que as minhas filhas comam coisas saudáveis, é um peso nos meus ombros. Não gosto e não consigo encontrar aquele prazer que eu vejo algumas pessoas a transmitir nos seus blogs, como a Ana do Tapas na Língua, por exemplo, cujas imagens me deixam sempre com vontade de cozinhar e comer. Mas é só vontade:)

De há uns tempos para cá comecei a perceber que não digeria muito bem o leite e por isso e outros motivos mais, resolvi tentar eliminar os lacticínios da minha alimentação (tarefa muito dura para mim!), senão para sempre, pelo menos durante um período e depois manter uma quantidade bem mais reduzida do que a que consumo actualmente. Paralelamente a isso, o homem cá de casa resolveu fazer umas alterações também nos seus hábitos, mas ao contrário de mim, ele gosta de ser radical e acima de tudo tem o hábito de passar o tempo todo a falar sobre isso, o que torna os alimentos um bicho de sete cabeças. E não me vou alongar muito mais sobre este assunto:D
Já perceberam que o caos está instalado nesta cozinha, não já?

Pronto, resolvi então recorrer a ajuda externa, para aprendermos os dois umas coisas novas e para ver se não tenho de ver arroz a ser cozinhado na minha cozinha às 4 da tarde, que me está a levar à loucura.
Daqui a uns dias, trago novidades da nossa cozinha e quem sabe umas fotos a este blog. Não prometo fotos de comida bonita nem casais felizes em torno do fogão. Mas prometo-vos que vai ser Forking Amazing!!!!!

6 comentários

  1. Já pensaste numa bimby? Ficas uma Chef em três tempos :)

    oneplustwoblog.blgospot.pt

    ResponderEliminar
  2. Comecei a adorar a cozinha à pouco tempo atrás, mas sim, por vezes é inevitável ter essa sensação do não saber o que fazer na cozinha!
    Felizmente, hoje em dia, temos muitas motivações, seja em livros, blogues ou programas de televisão. Mas acho bem fazer cursos, workshops, sempre ajuda :)

    ResponderEliminar
  3. Já espreitaste as minhas panquecas de hoje? :p

    ResponderEliminar
  4. @ana: eu espreito sempre os teus posts, pá! e fico a babar...eu gostava era de viver na tua casa:D:D

    ResponderEliminar
  5. Sempre digo ao meu marido que a pior parte da maternidade e a alimentacao!!!! Espero essa novidade, quem sabe me inspire tbem porque estou pirando!!! bjinhos do Brasil

    ResponderEliminar
  6. Espero que tenha sido Forking Amazing...ou seja, que tenhas sentido que é possível cozinhar sem desesperar; que cozinhar, como escreveu algures Mia Couto, é uma forma de amar. :)

    Eu gostei muito de partilhar a tarde convosco *

    ResponderEliminar