fui fazer umas nails

10.3.13

10.3.13

 
Estou aqui a escrever este post com os dedos num tom de rosa plástico, que por mais que esfregue não sai!
Eu gosto de pintar as unhas, gosto, das cores fortes, diverte-me, mas raramente o faço, porque em casa ficam sempre muito para lá de mau.
Então muito raramente pinto na minha esteticista que conheço há anos, e geralmente com um verniz da minha marca favorita que consegue durar quase uma semana!
Mas no outro dia, com a pressa resolvi parar num franchising desses das unhas, para não perder muito tempo...pensava eu:D
Lá entrei, cheia de pressa e perguntei se podia ser atendida.
- Ah, aqui só fazemos por marcação
(não estava ninguém no balcão das unhas)
- mas...
e apontou com a cabeça a cadeira da manicure. Lá me sentei, a medo, porque a jovem não estava com muita vontade de me atender.
- Sabe é que isto é demorado, não é assim...
E eu digo que era só para pintar com verniz.
- pintar com verniz? Isso já não se usa, aqui praticamente só fazemos gel, mas tudo muito natural!
Começou a esfregar-me as unhas, enquanto ao mesmo tempo ia espreitando as mensagens do tlm e fazendo caras para o ecrã. Chega outra cliente e começam a ter uma conversa pessoal, com risos e memórias à mistura, e troca de ecrãs de telemóvel. E as minhas mãos no meio, pois lá está!
Passa a 'chefe' e pergunta à empregada se ela me tinha oferecida algo para tomar. Ela abana com a cabeça que não.
Continuamos, até que chega à hora de pintar:
- Que cor quer?
E eu pergunto se posso ver as cores, ela mostra-me um cesto cheio de vernizes uns em cima dos outros e eu escolho assim mesmo, um qualquer.
Pinta as unhas e enquanto o faz canta, mas canta mesmo todas as músicas que passam na loja, que por sinal são músicas de 'aquecer' discoteca. Depois de passar a estranheza da coisa, só tenho vontade de rir, fixo os olhos na televisão que passa um programa da TVI.
Lá acaba de pintar as unhas com banda sonora e aponta para as máquinas de secar. Eu percebo que é para lá colocar as mãos, pois claro.
Pouso as mãos no secador e ela pergunta-me:
- Quer tomar alguma coisa?
Não aguento o riso...
Não, pois não!
Entra um rapaz, para fazer a depilação, todas o seguem como se de alguém importante se tratasse, ou giro, não sei, a imagem que me ficou dele a fazer depilação impediu que conseguisse olhar melhor.
Acabo de secar, levanto-me e pago e a rapariga entrega-me um cartão para eu ligar das próximas vezes, porque:  'isto não é assim'.
Envergonhada com a minha audácia saio e penso que não compreendo metade deste mundo, ou metade do mundo não me deve compreender:D

4 comentários

  1. Ah! :) Parece a senhora chinesa ou coreana não sei bem (que dominam o negócio das nails por aqui) que no outro dia me ia esminfrando porque eu não queria entender que unhas de gel é que era do "best!" :)

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Unhas de gel criam uma sensação aproximada à claustrofobia: não deixam as minhas unhas respirar, enclausuradas debaixo duma cena qualquer...ou é da minha ignorância. Por outro lado, acho que gastar dinheiro em manicure, nos dias de hoje, não é nada do "best". Mas eu também não compreendo o mundo...ou é ao contrário? Não sei.

    Beijo,
    MLM

    ResponderEliminar
  3. Eu acho que manicure normal já não compensa.
    O que está a dar é o verniz gel, mas isso já tu deves saber :D
    O tratamento não é agressivo e aguenta umas boas 2 semanas (que é o tempo que demoro a cansar-me da côr).
    É o mais práctico para quem tem miúdos, cozinha, lava a loiça, etc.
    Mas tu põe-te é a pau que essa senhora não está para brincadeiras :D

    ResponderEliminar
  4. ahahahahahahah

    tens q arranjar outro "corner" para fazer as nails!

    ResponderEliminar