a neve não é a minha praia

28.12.13

28.12.13
A neve não é o meu quintal! Nunca passeei muito por Portugal nem por lado nenhum com os meus pais. Só em criança tive a companhia dos dois e o meu pai viajava muito. A minha mãe nunca foi fã de passeios e almoços e cenas de convívio ou de conhecimento geográfico. Dizia que em criança a tinham obrigado a passear e agora não suportava a ideia de andar sem destino dentro de um carro. Para além disso ela era claramente uma pessoa com preferência pela cidade.

Isso não me fez muita diferença, quando fiquei financeiramente independente passeei e viajei sempre que pude. A viagem que mais me marcou foram pequenos passeios que fazia de carro enquanto morei em Bristol, o Sul de Inglaterra, Escócia, País de Gales, etc. Talvez porque eram passeios descontraídos, sem muitos objectivos, feitos entre amigos sem amarras ou obrigações. E porque gosto muito da paisagem e das pequenas localidades do 'countryside' inglês.

Gostava no entanto de proporcionar pequenos, mas bons passeios às minha filhas. Levá-las e conhecer e descobrir outros lugares. Nestas idades (2 e 5 anos) ainda não é muito fácil, pois elas ainda têm algumas necessidades que em viagem complicam um pouco as coisas (alimentação, sestas, corridas à sanita para a mais pequena) mas decidimos levá-las a ver neve, porque a minha filha mais velha perguntava muito.
Lá fomos. Apanhamos chuva, nevoeiro cerrado que nem a paisagem se via. Eu fico nervosa com curvas e contra curvas e com falta de visibilidade e claramente o isolamento das montanhas não é 'a minha cena'.
À segunda tentativa lá chegamos. Neve. Frio de rachar. Gelo. Elas esqueceram tudo durante os momentos em que viram a neve, correram a pegar, tocar e atirar.
Eu não consigo encontrar graça à neve, às montanhas isoladas, às estradas que sobem, às nuvens, ao frio que se entranha e parece que não sai mais.
Valeu as refeições espectaculares que comemos por lá, na serra, com direito a queijos, sopa, pratos muito bons e sobremesas de babar!
Mãe sofre, mas de estômago cheio!

7 comentários

  1. Ahhhh.... no que às montanhas e à neve diz respeito podia assinar por baixo. :) No que diz respeito à comida também :) hoje já caíram aqui uns flocos e foi ver-me a refilar o dia todo....
    vai devagar, devagarinho mas um dia destes mudo-me para o Algarve! :)

    ResponderEliminar
  2. por acaso também não me esforço por "ir ver a neve", tem o seu quê de parolo, no entanto, desde que fui mostrar a neve à minha mais velha que agora quero sempre voltar. Socorro :D

    ResponderEliminar
  3. o que é mesmo "a minha cena" é a diversidade que o nosso país apresenta em tão pouco espaço. não sei como seria se fosse sempre verão ou sempre inverno, se existisse só mar ou só serra ou só planície... muito bem pensado de facto :)

    ResponderEliminar
  4. Ai eu cá gosto tanto de Neve, a primeira vez que fui à Serra da Estrela com o namorado apanhei mesmo um grande nevão, estava tão feliz da minha vida, parecia mesmo uma criança :D acho que fazes muito bem em levar as tuas filhas a passear muito!
    E que inveja que tenho tua por já conheceres a Escócia, eu gostava tanto. **

    ResponderEliminar
  5. Ai o que eu gosto de passear. Já tenho saudades da neve, e do countryside as well. :)

    ResponderEliminar
  6. Nasci e cresci na Covilhã, chamo à Serra da Estrela a minha Serra e adoro neve. Uma das minhas mais gratas lembranças é quando a minha mãe nos ia acordar e nos levava ao quarto dela, enquanto dizia "Venham ver uma coisa", então abria a janela e a paisagem era de tirar a respiração, estava tudo branco. Outra, que quando a refiro a pessoas que "não são da neve" as deixo a olhar de lado para mim, é a de comer a neve acabada de cair..... sim, saíamos à rua, os miúdos todos da rua e com jeitinho apanhava-mos com a mão a neve mesmo de cima...deliciosa. Da próxima vez, experimente. :)

    ResponderEliminar
  7. Eu vejo-a (a neve) lá no alto, da minha janela. Gosto de lá ir mais para a primavera, que de vez em quando ainda neva, mas é menos frio, nem tem tanta gente... Mas mesmo no inverno de vez enquando se apanha uns dias de sol e então é muito bom! (espreita no meu blog: http://aterradoarcoiris.blogspot.pt/2014/02/na-neve.html.

    Fazes bem passear! Nós passeamos muito, por perto, às vezes mais longe. Não gostamos muito de visitar cidades que no geral não proporcionam nada de muito interessante para fazer com os miúdos (se a coisa não for planeada), mas Portugal tem muitas serras com sítios fantásticos.

    ResponderEliminar