agora que se acabaram as festas

4.1.14

4.1.14
A caminho de um novo ano, há que reunir energias para arrancar a todo o gás! Confesso que as passagens de ano me deixam sempre um pouco deprimida, por isso esperei uns dias para cá voltar e deixar passar aquela fase dos planos para o ano novo...quais são os teus? ...não sei, é o que é.

No Natal fico feliz com a expectativa e com as miúdas e a alegria delas, mas também é a altura em que as saudades apertam mais do que nos outros dias e em que imagino como eu gostaria que as coisas fossem e de facto não são, nem nunca serão, pelo menos para mim. Mas deixo que a alegria das minhas filhas fale sempre mais alto. Depois a passagem de ano é aquela euforia misturada com ressaca que no dia seguinte me deixa mesmo deprimida. Parece que um camião me passou por cima e que vou demorar semanas a recuperar.
E de repente o que esperar do novo ano? Continuar o anterior?
Fazer balanços é bom, mas não acredito em objectivos estratégicos na vida pessoal. Acredito em pequenos passos, em vitórias que se fazem todos os dias e em trabalho. Acredito no fazer hoje.

Há coisas que eu quero mudar, ah se há, são tantas que nem sei o tamanho da lista que davam. Mas este ano, quero continuar a trabalhar e a aprender como tenho feito até agora, a agarrar e proporcionar oportunidades a mim e a outros que se cruzam comigo. Este último trimestre do ano fiz mais do que nos 3 primeiros do mesmo ano. Por isso quero continuar, porque acho que não estou a fazer tão mal quanto isso.  Tenho um objectivo concreto apenas que se refere ao meu bem estar e saúde e que será algo muito específico que tenho mesmo de actuar. De resto, o meu ano é preenchido com cadernos de listas e a minha agenda de 2014 já está activa há uns meses atrás, pelo que não faz sentido colocar lá no meio uma lista de coisas, na sua maioria inalcançáveis e que só me vai trazer angústias.

2013 foi cheio de coisas e de emoções, nem todas boas, mas com toda a certeza nem todas más. Tenho me esforçado muito nos últimos anos, trabalhado muito, ultrapassado muita coisa, e tenho a certeza que o que semeei são coisas boas, por isso só posso esperar colher coisas ainda melhores. E acreditar. O ano anterior apesar de não ter feito planos em forma de lista, tinha os meus objectivos mentais daquilo que eu achava que ia acontecer. Não aconteceu. As coisas inverteram-se completamente e o caminho que segui não o planeei. Mas hoje estou certa que é um bom caminho e resta-me manter o foco e a calma e continuar.

Quero essencialmente energia, alegria e entusiasmo perante as coisas e as pessoas, que a minha família esteja sempre aqui ao meu lado e que a nossa vida possa continuar exactamente como é. Porque é boa.
E que vocês continuem a fazer-me companhia desse lado do ecrã, porque ao nono ano de vida de um blog este é um sítio cada vez mais especial na minha vida.

Obrigada 2013, bem-vindo 2014!


4 comentários

  1. É engraçado como eu me revejo nas tuas palavras, relativamente ao Natal, sinto exactamente o mesmo. E este ano fiz uma lista com as resoluções para 2014, coisa que não é habitual, pode ser que assim se concretizem, quem sabe ...

    ResponderEliminar
  2. Adorei este post :) principalmente esta frase: Acredito em pequenos passos, em vitórias que se fazem todos os dias e em trabalho. Acredito no fazer hoje.
    É que é mesmo isso! Bom ano novo!
    Joana - www.lovelab1.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Um lindo ano para ti, continua desse lado a fazer magia como sabes. Eu sei que em 2014 vou continuar a vir aqui, o resto tb não se muito bem.

    ResponderEliminar