a mim ninguém me manda flores

8.10.13

8.10.13
A usar lenços na cabeça desde 1992. E continuo a gostar:) Mas porra, há quem escreva posts destes sobre mim:

"Pronto, eu comecei a escrever este post porque ia falar da Frida Kahlo e contra as tendências, mas ao chamar ao pensamento a imagem da Frida, lembrei-me da Sílvia, que é uma mulher dessas, que traz no corpo todas as cores da sua alma, e de como foi bom, aqui há uns tempos, ter conhecido a Sílvia em pessoa e ter ficado a observá-la, da janela do café onde nos íamos encontrar, a descer a rua com o estilo arco-íris, como se saísse de um livro, de um filme, de uma canção de rock´n´roll, e de essa visão me abrir um sorriso de alegria infantil. " 

 in Locais Habituais - Pessoas únicas -  a Sílvia

E se muitas vezes sinto que as pessoas não me entendem ou que eu não entendo as pessoas, e sinto uma enorme solidão neste mundo online (e no real por vezes também), outras vezes sinto as palavras dos outros como um espelho de mim, simples, directas, sem rodeios, só porque as pessoas são desta ou de outra maneira e há quem se identifique e quem sorria e quem fale bem de nós.
É uma honra, ter as palavras da Dora a falar de mim, hoje no blog dela, sem imagens nem fotos de perfil, só palavras, das boas, das que se juntam e fazem um retrato.

Obrigada!

9 comentários

  1. hey, you, my favourite colour perfect girl, you inspire me. It is as if you send me flowers everyday. You are right, I don' t send you enough. :)

    ResponderEliminar
  2. É verdade, as palavras de Dora valem por milhares de flores :)

    ResponderEliminar
  3. É bom quando se mostra por fora, o que nos vai na alma, sermos verdadeiros é fundamental e urgente, para sermos felizes e fazermos alguém feliz. Obrigada por isso.

    Lígia

    ResponderEliminar
  4. Felizmente há pessoas que usam as palavras de uma forma sábia. Sabe sempre bem ler coisas destas. Um beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Nunca te vi, a não ser pelas fotos que partilhas, mas imagino-te assim mesmo - colorida, estilo rock'n'roll!

    ResponderEliminar
  6. Também me inspiras, desde sempre :)
    A mim ninguem manda flores, nem palavras, mas...estranhamente...sinto-me elogiada pelas palavras que te dirigem porque eu sou muito parecida contigo. E, sim, sinto-me muitas vezes infinitamente sozinha. (quase) Ninguém me compreende e eu não compreendo (quase) ninguém.

    ResponderEliminar
  7. Unic, enigmatic, funny girl (desde os tempos do blog que há uma grande admiração... com franja sem franja, com vestido vintage do etsy, os azulejos da cozinha, and so on)

    ResponderEliminar