[eu gosto é de blogs]: boop

13.3.14

13.3.14
Apesar dos ossos do ofício que me fazem olhar para páginas todos os dias, continuo a vibrar sempre que descubro um blog que gosto. É como se estivesse a acrescentar companhia (da boa) aos meus dias.
Sei que quando tomo o meu café tenho mais um sítio para passear e me deliciar.

Pois foi exactamente isso que senti quando descobri o blog da Daniela, o Boop. Fiquei apaixonada pelas fotografias e pelos passeios que ela me leva a fazer pelo Porto, que tanto adoro. Sinto como que se saísse com uma amiga e fossemos fazer um bom programa.
A Daniela leva-nos pelas ruas do Porto e mostra-nos o seu olhar único sobre uma cidade e lugares que ela conhece como a palma da própria mão. Também vamos por vezes de férias com a Daniela e os amigos e vemos os lugares, a comida, os amigos em volta de uma mesa, de um piquenique, de uma boa comida com muita conversa.
E depois, para tornar tudo ainda melhor temos pequenos apontamentos do estilo da Daniela, que não vão deixar ninguém indiferente, pelo menos a mim não deixam!



Quando descubro estas portas de casas virtuais que adoro, gosto de bater a ver se vem alguém à porta para trocar dois dedos de conversa. E não é que a Daniela apareceu logo?
Fiz-lhe algumas perguntas que ela simpaticamente respondeu e que partilho aqui com vocês, pois sei que vão gostar tanto como eu de ler as respostas!

Um bom dia para todos!

Nome: Daniela Marqueiro
3 palavras sobre ti: Determinação, fantasia e curiosidade
Idade: 33 anos
Ocupação: Designer Gráfica e professora
Presenças web: www.boopblog.com | www.instagram/boopblog | www.facebook.com/boopblog

1 - 'Boop', de onde vem este nome e o que significa para ti? 
O Boop surgiu da vontade de partilhar algumas experiências pessoais que tenho na cidade do Porto. Como sempre tive dificuldade em criar nomes, recorri a fórmulas com sílabas, relacionadas com blog e porto/oporto. Também sabia que queria um nome pequeno, para ser fácil de identificar e memorizar. Resultou Boop.

2 - Porquê ter um blog?
O blog foi a ferramenta que me possibilitou criar este espaço de partilha, através da publicação de fotografias que ilustrassem os momentos e experiências que tenho na cidade, os cafés e restaurantes que frequento, as ruas por onde passo, e todos os locais que me motivam para fotografar. Sempre fui uma apaixonada pelo Porto e gostaria que o Boop fosse um reflexo disso, uma atitude pessoal, de alguém que sente vontade de viver a cidade e acredita que o pode fazer.

3 - A fotografia do teu blog prende-nos no primeiro minuto que o visitamos. És a autora de todas as fotos? Qual a tua relação com a fotografia?
Sou autora de quase todas as fotografias. Às vezes recorro à ajuda do meu namorado ou de quem estiver comigo no momento em que preciso de fotografar alguma situação específica. Normalmente preparo a máquina e fotografo primeiro para exemplificar os enquadramentos, porque é mais fácil para compreenderem o que pretendo. Embora as imagens que publico não sejam totalmente planeadas, por vezes procuro algo concreto. Enquanto designer gráfica, sempre trabalhei com fotografia e isso exigiu uma constante pesquisa e atualização, mas não me considero por isso uma fotógrafa profissional. Gosto simplesmente de fotografar porque me permite “congelar” momentos que vivencio e que quero partilhar.



4 - O Porto está quase em cada um dos teus posts. Nasceste no Porto? Qual a tua relação com a cidade?
Nasci no Porto, cresci no Porto e sempre vivi no Porto. Representa a minha cidade, a minha família, os meus cães e os meus amigos. Tenho uma paixão imensa pela Invicta, pela sua arquitetura, pelas pessoas, pelos locais, pelas ruas e pela luz, mesmo nos dias mais cinzentos. Também considero um privilégio estar tão perto do rio e do mar. A minha relação com a cidade sempre foi de grande proximidade e cumplicidade. Quando comecei a fotografar, utilizei-a como “cenário” porque precisava de uma motivação para aprender a fotografar. Mas não pretendia partilhar o Porto como uma cidade turística. Senti uma necessidade de transmitir com as minhas fotografias uma visão pessoal de quem utiliza a cidade como outra pessoa qualquer e, se possível, fazer do Porto um lugar onde apeteça viver. 

5 - Publicas muitos sítios que visitas no Porto: restaurantes, cafés, etc. O teu blog pretende ser também um pouco 'guia' para quem visita a cidade? 
Sempre gostei muito de passear no Porto, de frequentar alguns locais mais antigos e tradicionais, conhecer espaços novos, mas principalmente restaurantes e cafés porque são espaços que caracterizam as cidades e as pessoas que os frequentam. Também gosto muito de gastronomia. Sentar-me à mesa e deliciar os sentidos é sem dúvida um dos meus grandes prazeres. Depois de começar a partilhar os primeiros posts sobre alguns locais no Porto, surgiu um feedback positivo de amigos e outras pessoas que visitavam o Boop, e decidi então continuar a partilhar. Por vezes, também recebo emails de pessoas que visitaram a cidade pela primeira vez e aproveitaram para incluir no roteiro os locais que sugeri, o que é sem dúvida gratificante. Neste sentido, acho que o Boop pode ser um um pouco guia na descoberta da Invicta, sugerindo espaços para visitar e ajudando a fazer algumas escolhas.

6 - És leitora assídua de muitos blogs? Quais?
Neste momento gostaria de ter mais tempo para passear na blogosfera. Se pudesse perdia horas. Acompanho alguns blogs nacionais e estrangeiros de lifestyle, moda, interiores e culinária, que estão sempre nos meus favoritos: Seoul State of Mind, Lolita, Tales of Endearment, Park&Cube, Marta Vargas, The Coveteur, Blue Bird, Weekdaycarnival, Tapas na Língua, Paperkite Photography, Editer, Garance Doré, Raparigas como Nós, Kinfolk, Froufrouu, In The Mood For Food, Nancy Zhang, Little Upside Down Cake, Clavel´s Cook, Chilli com Todos, e outros.



7 - Em Portugal assistimos a um crescente lançamento de blogs de todo o tipo na Internet. Será que a nossa geração tem muito a dizer/mostrar ao mundo, ou estaremos a assistir a uma moda que em breve poderá ser substituída por outra? Qual a tua opinião sobre a 'blogosfera' portuguesa?
Conheço vários blogues portugueses de grande qualidade que acompanho há alguns anos e se destacam pela pertinência dos temas tratados. Ficaria muito triste se desaparecessem. Na minha opinião a blogosfera portuguesa é igual às outras, podemos encontrar blogues que vão de encontro a todos os tipos de preferências. Basta fazer uma pesquisa e selecionar de acordo com interesses de cada um.

8 - Qual o caminho que gostavas que o boop percorresse nos próximos tempos? 
Gostaria que continuasse a percorrer o mesmo caminho, mas com atualizações mais frequentes. Tenho outras ideias para desenvolver e muitos espaços para partilhar.
O Boop acaba por ser um prolongamento de mim própria, pois partilho apenas aquilo de que realmente gosto. Quando publico um post sobre um local ou um produto específico é porque me identifico com ele e acho que vale a pena dar a conhecer.
Na minha conta de instagram, por exemplo, não tenho tanto esse cuidado. Vou partilhando simplesmente experiências momentâneas. Com o tempo percebi que ter um blogue requer muito tempo e dedicação, e sendo o Boop um blogue individual depende só de mim e da minha disponibilidade. No último ano tornou-se complicado estar tão atualizado quanto gostaria. Voltei a estudar e compatibilizar a vida de designer, professora e estudante transformou-me num verdadeiro desafio. Mas é uma fase apenas.

9 - Se o teu blog tivesse banda sonora, o que poderíamos estar a ouvir agora? 
Talvez algumas músicas de Lykke Li, Cocorosie...


)

15 comentários

  1. uau! que blog bonito!
    ja esta nos meus favoritos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é mesmo! vale a pena explorar e seguir:)

      Eliminar
  2. Já sigo o boop há algum tempo, adoro, as fotografias são mágicas e apesar de não ser do Porto fico cheia de vontade de visitar aqueles espaços todos. Portanto, adorei esta entrevista :) *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Ju, fico contente e agradecida pelos teus comentários e por gostarem das partilhas. O boop é mesmo um blog lindo:)

      Eliminar
  3. Não conhecia, mas gostei muito de conhecer. Tenho ainda muito por explorar, mas as fotos são maravilhosas. Obrigada pela partilha. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De nada Lígia, obrigada eu por passares sempre por aqui:)

      Eliminar
  4. Acompanho o boop desde sempre e, tem sido uma grande satisfação vê-lo crescer e ganhar identidade. Um registo fotográfico de grande qualidade! A Daniela, antes de mais, uma grande amiga. Apaixonada pela vida, pelo trabalho, pelos bons momentos e, prazeres partilhados entre família e amigos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é um blog maravilhoso Mónica e promete:)

      Eliminar
  5. Muito obrigado Sílvia pela oportunidade de partilhar o Boop e por receber este feedback tão positivo! :)) Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Conheço a Daniela pessoalmente. Tenho a sorte de estar perto dela e sentir a paixão que ela deposita em tudo o que faz. E faz muita coisa! Parece uma formiguinha... O Boop é a carinha dela e por isso é tão bom :) parabéns minha querida!

    ResponderEliminar
  7. Há blogues que nos dão em cada post um bilhete para viajar um bocadinho pelo mundo de quem o escreve. Quando sinto isso, fico tão feliz! E o Boop leva-nos sempre pela mão, por ali fora, naquelas imagens tão bonitas.

    ResponderEliminar
  8. Que blog porreiro, vou acrescentá-lo à minha lista "para ler (quase) todos os dias" :-) obrigada Sílvia

    ResponderEliminar