(des) organização

4.2.12

4.2.12
(des) organização
 
no outro dia estava a 'gozar' com a minha irmã e a sua mania da organização. nas últimas férias que passamos juntas, quando dei por ela, percebi que muito antes de termos chegado ao algarve ela já sabia onde íamos almoçar, a que horas íamos e voltávamos da praia, que sítios iria visitar, etc, etc. sempre que a abordava sobre qualquer coisa do género 'e se fossemos ali?' percebia que algures no plano dela mental o dia de amanhã e o de depois já estavam preenchidos.
isto pode ser uma grande vantagem para quem vai a acompanhar e não se importa de seguir os planos de outrem, porque de facto não temos de nos preocupar com nada...ela já o fez!
eu não sou de todo assim, nunca fui. lembro-me que um dos maiores prazeres que tinha quando morei sozinha era a possibilidade de acordar ao fim-de-semana, e ir a algum lado que me lembrava no momento, sem qualquer tipo de plano, andar sem destino ou horas para ir e voltar. e não ter de dizer nada a ninguém!
mas agora, com duas crianças em casa começo a perceber esta necessidade de organização. sair para o imprevisto com duas miúdas não é fácil. vestir, dar de comer, mudar fraldas, arranjar roupa suplente, levar mais qualquer coisa para comer, ver se está frio, ir e voltar dentro de um horário que respeite horas de comer e dormir, etc, etc...geralmente quando me invade a vontade de imprevisto a meio destes pensamentos já desisti!
é preciso planear, acordar e arranjar a uma determinada hora, saber onde se vai e quando se volta. incontornável...não deixa de ser chato, mas é incontornável.
a esta necessidade de organização familiar, temos de adicionar uma extra organização pessoal e profissional. sem um plano parece que não chegamos a lado nenhum!

é...estou em casa há uma semana com uma criança de 3 anos e um bebé de 10 meses constipados. isto está a mexer-me com a cabeça e o corpo e sabe-se lá mais o quê! ai está, está...

1 comentário

  1. Por isso mesmo cheguei a aborrecer-me com amigas sem filhos que não compreendiam porque é que não sepode saír de casa em segundos quando se tem filhos ou ir para onde bem entendemos... conheço pessoas que dentro desse improviso conseguem, mesmo com filhos, mas são para aí umas... uma mesmo! :) Neste momento "improvisar" é conseguir saír de casa com tudo pensado e organizado para que tudo corra bem. Isso sim! Bjos

    ResponderEliminar